9 de abr de 2017

Estamos Morrendo

Parem! 
Vocês estão nos matando
Estamos nos matando
Estamos morrendo

Morrendo de medo
Morrendo de fome
Morrendo de guerra
Morrendo de morte
Precisamos parar

Parem, por favor
Antes que seja tarde 
Parem com esse horror
Bomba, tiro
Assassinato, suicídio
Em pleno século vinte e um
A crueldade virou comum

O caos é ignorado
Ninguém vê que é errado? 
Precisamos entender 
Parar com essa revolta
Vamos todos morrer 
Da morte não tem volta
E se morrer é o fim
Por que antecipar? 
Não precisa ser assim 
Temos que mudar
Somos todos humanos
Agnósticos, crentes, muçulmanos 
Fracos, fortes, ricos, pobres 
Dividindo um mesmo planeta, uma casa temporária 
Que vive em situação precária
Onde não existe mais humanidade 
Isso é pura insanidade
O mundo está com dor 
Por que estamos brigando?


Rebeca Lima