25 de out de 2016

Vítima da vítima

um texto quase sem nexo
quase uma hipocrisia
preste atenção ao QUASE
Tenho certeza de quase nada
não sei meus números
muito menos meus graus
mas sei meu gênero


sim, quero ter genros
por sorte, dois filhos gêmeos
todos parte do meu sangue
mas se o destino aprontar
posso até adotar
por quê o amor mora aqui


quero batalhar na vida
mas também batalhar aqui dentro
dia após dia, pra desconstruir
e destruir preconceitos
seja linguísticos, sociais
raciais
e o mais importante. Sexuais


não se confunda
nem se iluda
nunca queremos ser vistos com preconceitos,
mas criar uma armadura em cima dos próprios conceitos
na qual desejamos que quebrem sobre a gente
é quase um desrespeito contra si
enfim,
acabo
aqui

nada contra os gays, até pareço um.