9 de mar de 2016

8 de Março

Eu nasci livre.
Nasci sem amarras, sem prisão
Mesmo criança já sabia:
Sou mulher, não sou lixão
Despejaram sobre mim, palavras duras e restritivas
"Mulher tem que obedecer"
Ouvia a filha de um velho pai
Alguém responde em meu favor:
"Obedece eu. Obedece você."
Cedo levantava, cedo arrumava
Quem acorda cedo, trabalha mais
Mas porque eram os filhos
Os quais trabalhavam pros pais?
Ele ficava noite e dia, fazendo o que lhe agradava
A mulher lutava fora, pra onde ia tanta vontade?
"Por meus filhos faço tudo"
Não perco a fé, quero igualdade.
Enquanto uns trabalham, outros abandonam a coragem.
Filha minha, não te preocupes, pois
Existe um mundo ali fora
Seja grata por ser mulher, você faz parte dessa vitória
É guerreira, muito valente
Vai calar a boca de muita gente
Eu sei, posso não ver.
Mas se juntar as suas forças, tantas vozes vão dizer;
LIVRE VOU SER. LIVRE VOU SER.