22 de mar de 2016

Poderia ter pés pros meus sentidos
Pra viajar nesse abstrato proibido
Algo do doce
Algo da dose
Alguns antes da doze 
Aterrissar com paciência
Aterrissar nessa deiscência
Da decência
Da prisão sem grades
Rotina secreta nos vales
Valendo a valia da azia
Talvez sumir
E subir pra um degrau mais baixo

9 de mar de 2016

Mar de Decepções

Esquecer é difícil.
Mas quem disse ser impossível?
Até agora, pergunto-me o porquê de ter aceitado tal situação.
Mas apesar do meu amor incontrolável,
Descobri que não adianta de nada sentir tudo por alguém,
Sendo que o mesmo não demonstra o suficiente
Para tal sentimento fluir.

Do mesmo modo,
Ainda te procuro em outros rostos,
Em outras vidas.
Talvez até te encontre,
Mas não fará tanto sentido.

Descobri que promessas não duram para sempre.
Apenas são ditas da boca para fora,
Em busca de “confortar” corações aflitos.
O meu já estava assim há um tempo.
Entretanto, meu silêncio ainda falava mais alto.

Descobri que o amo,
Não é algo que se possa pedir a alguém.
Mas o nosso foi se construindo,
Em cima de momentos.
Sejam eles difíceis,
Bons,
Talvez “mágicos”.
Mas não foi o necessário.

Talvez eu seja uma garota muito intensa
Para ter que ficar na beira da praia.
Ou sou alérgica a pessoas rasas.
Não digo que você foi uma delas,
Mas tuas atitudes
(desgastadas pelo tempo)
Te autodestruíram.
 E por consequência, apagou todo o fogo que havia em mim.
Enfim.
Espero que ao menos tenha sobrado uma faísca
Dentro do meu peito.
Para que, finalmente eu possa te avistar e dizer:
“É, o amor não morre, só esfria.”

8 de Março

Eu nasci livre.
Nasci sem amarras, sem prisão
Mesmo criança já sabia:
Sou mulher, não sou lixão
Despejaram sobre mim, palavras duras e restritivas
"Mulher tem que obedecer"
Ouvia a filha de um velho pai
Alguém responde em meu favor:
"Obedece eu. Obedece você."
Cedo levantava, cedo arrumava
Quem acorda cedo, trabalha mais
Mas porque eram os filhos
Os quais trabalhavam pros pais?
Ele ficava noite e dia, fazendo o que lhe agradava
A mulher lutava fora, pra onde ia tanta vontade?
"Por meus filhos faço tudo"
Não perco a fé, quero igualdade.
Enquanto uns trabalham, outros abandonam a coragem.
Filha minha, não te preocupes, pois
Existe um mundo ali fora
Seja grata por ser mulher, você faz parte dessa vitória
É guerreira, muito valente
Vai calar a boca de muita gente
Eu sei, posso não ver.
Mas se juntar as suas forças, tantas vozes vão dizer;
LIVRE VOU SER. LIVRE VOU SER.