20 de set de 2015

Salvador Dalí

- Dalí!
- Daqui?
- Não, Dalí!
- De lá?
- Não porra, Dalí, Salvador Dalí!
- De onde é esse Salvador?
- Da Bahia...
- É conterrâneo de mamãe?
- Não, foi ironia, ele era catalão.
- Catador de pão? Tadinho, era mendigo?
- Ai caramba... Não, significa que ele nasceu na Catalunha, fica na Espanha.
- Mas era mendigo então.
- Não, não, não. Nada de mendigo, ele foi até Marquês!
- Úia, fala mais.
- Ele também foi pintor, escultor, fotógrafo e poeta. Olha aqui uma foto do cara.
- Marróia...
- Quê?
- Esse bigode dele, parece aquele dos vilões que amarravam as mocinhas em trilhos de trem.
- Eita... Verdade.
- Te disse.
- E de onde tirou isso?
- Pica-Pau
- Ahh... Esse papo parece obra dele... Surreal.
- Hã?
- Lembra aquele quadro que te mostrei no museu? Dos relógios derretidos?
- Estilo retrato de Boa Vista ao meio dia?
- Exato.
- O que tem?
- É dele, se chama A Persistência da Memória. esse tipo de arte é chamada Surrealista.
- Sério?
- Aham. Ele também colaborou em dois filmes. Um com Walt Disney, chamado Destino, que é um curta animado. E outro com Alfred Hitchcock, de suspense, Spellbound.
- Ai, eu quero ver, tem como?
- Tem, baixei pra gente ver.
- Oba, então bora.
- Bora.
- Pra onde?
- Alí.

E foram.