6 de ago de 2015

Larinha

Larinha

Menina em crescimento.
Não, menina não.
Mulher!
A quem me ponho aos pés
para exaltar, na saudade.

No meu céu, não é só estrela,
é constelação!
Na terra é Oliveira que rego,
que acompanho crescer
e protejo o chão.

Tem força, é guerreira
e beleza que se destaca na multidão.
Glória aos olhos e coração,
ninfa linda e adorável,
isso teu nome não nega não.


Nota do autor: 
Essa poesia não é minha. Claro, fui eu quem compus os versos, escolheu as palavras e as pôs no papel, mas, essa poesia é um presente. Uma amiga de longa data aniversaria hoje (06/08), e em vez de comprar algo, resolvi fazer um presente para ela. Fiz essa poesia, mas ela não é minha, é dela. Essa poesia é sua Larissa. Feliz aniversário e felicidades guria.