3 de dez de 2014

Os cordeiros e o abatedouro"



Os cordeiros deixaram de se contentar com o abatimento.
Os cordeiros não se contentam mais com histórias de um belo pasto verde preparado por um grande pastor que também faz parte da grande história.
Eles perdem seu senso de direção e se separam do rebanho.
Seguir um caminho que apenas "possivelmente" possa existir se torna doloroso para aqueles que se cansam de berrar para um pastor que sobretudo é apenas uma "possibilidade de existência "
O medo assume os dois lados de seus caminhos, acompanhado com insegurança e o abondono.

Suas lãs tomam um tom preto, para diferenciar a pureza da fé, da podridão da dúvida que os cerca, esta que os deixa inseguro para acreditar.
Ao invés de responder a dúvida, aquele que a provocou trata como um insulto.