4 de nov de 2014

Chicote grosso

Acobertamos muitos desejos imprevisíveis
que outrora vem à pele e afloram
armas inflamáveis e falíveis

Quando os esforços caem no fundo do poço
a vida arranha as costas
tal qual chicote grosso

Pensamentos acompanham o mundo na contra mão
e de mãos dadas,
se fundem ao caos construído por ilusões da inteligência

A breguice diária te causa depressão
de mãos desatadas
e com a apatia estampada numa alma que pede clemência

Mãos ao céu
cabeça baixa vomitando fel
todo lirismo está morto

A vida machuca,
faz mastigar até o caroço
a vida machuca
tal qual chicote grosso