27 de out de 2014

Tosco?

não é bom nem lembrar
muito menos compensa esquecer
aquilo que um dia lhe fez sorrir.

não se esqueça do que fez seu dia mais dia
que lhe fez soltar sorrisos bobos
que foi uma luz num dia sombrio;

lembre o quão bom era,
ouvir aquela voz.
mesmo que hoje seja uma lembrança doída.

não se esqueça de esquecer
das brincadeiras
cantorias
zombarias
tudo aquilo de proveitoso que tivemos

aquilo que podia ser uma reflexão
uma descarga de impulsos
poderia ser algo mais ou menos
algo revoltante?

não esqueça que o amor as vezes dói,
machuca e corrói.

ele tem seu gosto tosco
tem suas lamúrias
e seus dias de glória.

mas quando acaba nem lembrar é bom
muito menos tentar ressenti-lo.

acaba aqui.

17 de out de 2014

Meu amigo quer saber o por quê de eu gostar dela




 Porque imagino que viver sem ela
seria como comer canjica sem canela

Seria um desafio
Vê-la e não sentir aquele arrepio ,
perceber que as espinhas saem do lugar
isso é a loucura de poder  amar

Mas o cupido é um tremendo carrasco
jogou açúcar no meu churrasco
me empurrou só de cueca na chuva
me afogou nas lembranças daquelas curvas
Ela é a estrada que sempre quero enfrentar

a trilha perigosa que faço questão de percorrer
o banquete venenoso que quero desfruir
a dose doce e prudente do meu licor
a portadora da delicadeza e do glamour

Maldito cupido que erra as flechadas
acho que os óculos eu usa tem a lentes trocadas
Melhor voltar pro céu pra poder viver no ócio
Pois lhe digo que juntar pessoas não é seu negócio

Nova Declaração

Deixa eu participar da tua vida
e te ajudar a cicatrizar essa ferida
por mim, preferiria curar
mas os rabiscos de Deus ninguém pode apagar

Coração sem par
alma sem complemento
sentimento incerto
futuro sem julgamento

Teu lindo semblante me conduz
a algo que não se traduz
quisera eu que não fosse o amor
mas sim, o amor é o ator do meu filme da vida

E sigo sempre assim
preenchendo a solidão com poucas alegrias
mas a felicidade também é portadora de alergias

Coração sem par
alma sem complemento
sentimento incerto
futuro sem julgamento