17 de set de 2014

Sacanagens temporais

O tempo é sacana, não há como negar, não mesmo. Quando queremos que ele passe logo, que uma determinada hora ou momento chegue, os segundos parecem se arrastar, nos torturando de modo sádico e íntimo. Ou até na situação reversa, quando queremos que determinada situação passe logo, ele passa bem devagar, se arrastando a passos lentos, lentíssimos, como se olhasse na nossa cara e dissesse:
- Calma amigo, to indo, devagarzinho, mas to indo, se avexe não.
Nessas horas, segundos, minutos, a aflição é braba. A tortura é tamanha que deve ir contra a Carta de Direitos Humanos, pô, deve ser contra a Convenção de Genebra!
E estou sentindo isso na pele agora, neste exato instante em que teço essas palavras. Quero que um certo sms chegue logo, quero que determinado momento me venha o quanto antes. Mas, só posso esperar, e ficar ansioso, e também pirar um pouco, mas no principal, só posso esperar, fazer o quê né?
Mas se pensarmos bem, é por causa dessa tortura que aproveitamos muito mais os momentos que esperamos quando eles chegam. Sem querer ser ou parecer um masoquista temporal, mas essa espera, essa ansiedade pelo momento, faz com que ele valha a pena, seja aproveitado de forma melhor, muito, mas muito melhor.
Agora que dividi minha ansiedade, com licença, vou voltar para a minha espera.