25 de jun de 2014

.

[...]
Ele só pode abraçá-la por certo tempo. As luzes estão acesas, mas não há ninguém ali.
Ela está inexpressiva, sua alma foi roubada. 
Ele só consegue pensar: "do que ela está fugindo?"
Como é possível conquistar o coração dela se ele já foi roubado? 
Ele tenta acalmá-la, mas o que vive dentro dela nunca morre!
Mesmo satisfeita com os carinhos dele, ela é tomada pela necessidade de querer mais beijos, pois sente falta do homem o qual ele queria ser! [...]