16 de abr de 2013

Meu bom espelho

Meu bom espelho
É sincero no que me mostra?
É real essa força?
É real essa inocência?
É real essa fúria?

É verdadeiro no que reflete?
Mesmo nas coisas dispares?
Me mostra calma e fúria ao mesmo tempo.
Me mostra inocência e maldade,
Força e fraqueza.

Meu bom espelho, sinto em lhe dizer,
Mas vou quebrá-lo.
Já não preciso de seu reflexo pra me ver,
Está na hora de eu aprender a me ver e me conhecer.
Adeus meu bom espelho.