22 de abr de 2013

A minha dor, mais um clamor



Passou-se tanto tempo desde o ‘’Adeus’’, sentia-me bem... Mas, lembrei-me da gente, do que um dia fomos ‘’nós’’ então, um pouco de lembrança escorreu pelos olhos. Tão sufocante era, que desabando fui...
Tudo acontecia normalmente, tudo tão simples, até cheguei a pensar que era realidade. Loucura a minha, pensar que tu me amarias, temor o meu, de um dia chegar a pensar que não eras meu.
Li uma mensagem, e me dei conta, de que nunca havia sentido o amor, que nunca foi recíproco o que eu sentia. Você me deu o céu, mas, tirou meu chão. Você me deu lembranças, e motivos para chorar... Talvez um dia eu supere isso, mas, por enquanto, só me lembro de você, e as lágrimas correm, correm e eu não consigo segurar.
Tentei fazer-me de forte, para que? Não consigo mentir... Todos sabem o quão frágil sou, e usufruem disso...
Os amigos foram saindo, e minha vontade foi se esvaindo... Olha aonde vim parar, tudo por causa de um falso amor... Tudo causando esta dor.
Meu clamor é este, minha dor é aquela que poucos sentem.