5 de mar de 2013

Chuvisco - Parte 4


  - Pobre Chuvisco ... como aconteceu isso Bruna? - Pergunta Quiquilin a beira das lágrimas. - Como esse desastrado conseguiu isso?
  Bruna, que desde o acidente de Chuvisco não tinha saído de perto dele e muito menos falado com alguém, levanta a cabeça mostrando olhos vermelhos e inchados de tanto chorar, e com a voz rouca pela falta de uso responde:
  - Foi logo após o almoço lá em casa, Chuvisco conheceu meus pais e antes de ele sair ficamos conversando um bom tempo, então quando foi hora dele ir com o Vigia, um motorista bêbado invadiu a calçada e o acerto em cheio com o carro. Meu pai correu pra acudir ele e chamou a ambulância, Vigia não saiu de perto dele também, e em momento algum soltei a mão do Chuvisco ... quando a ambulância chegou ele ... ele ... - E então bruna se entrega novamente as lágrimas, Quiquilin tão mal quanto ela pela situação do irmão, se senta ao seu lado e tenta consolá-la um pouco.
  - Calma Bruna, ele tem esses azares, mas também tem uma sorte absurda, você vai ver. Ele vai sair dessa fazendo piada e planejando um espetáculo baseado nisso. - Quiquilin dá um sorriso cansado mas verdadeiro, e desejando com todas as suas forças que o que acaba de dizer realmente aconteça ... - Onde está o Vigia?
  - Está na entrada do hospital, não o deixaram entrar ...
  - Como é? Um momento Bruna ...
Quiquilin levanta e sai calado do quarto, após passar uns dez minutos ela começa a ouvir uma barulheira sem tamanho no corredor, e quando levanta para mandar pararem com o barulho por causa dos pacientes e principalmente por causa de Chuvisco, Bruna ouve latidos, e cai sentada na cadeira incrédula.
  - Ele não fez o que eu to pensando ...
Bruna mal termina de expressar sua incredulidade e Quiquilin entra no quarto com Vigia no colo, e pouco depois dele entra uma enfermeira acompanhada de dois seguranças.
  - Esse cachorro vai ter de sair - fala a enfermeira - Agora ou ele vai incomodar os pacientes.
  - Nem a pau! - exclamam Bruna e Quiquilin em uníssono.
  - Esse é o cachorro do meu irmão, ele fica! Esteve ao lado dele enquanto esperavam a ambulância, está desde que chegaram com o Chuvisco, em frente ao hospital.
  - Isso! Vigia tem todo o direito de estar aqui, e é mais provável o Chuvisco fazer barulho em coma pra incomodar os outros do que o Vigia. - Complementa Bruna.
  - E se tentarem tirar o cachorro daqui vão ter de passar por mim. - Ameaça Quiquilin
  - E por mim. - Ajunta Bruna
  - Na verdade, se um desses três triscar um dedo sem minha permissão no meu amigo, quem vai sair descendo a porrada sou eu! - fala Chuvisco sentando e assustando a todos no quarto. - O meu cachorro fica e ponto final.
Dito isso, Vigia pula pra cama de Chuvisco e deita ao lado dele pra ganhar um cafuné.
  - Chuvisco! - Grita Bruna se jogando em Chuvisco.
  - Como é bom acordar de um cochilo. - Fala Chuvisco dando risada.
  - Bestão - Brinca Bruna, mas dando um cascudo no namorado pela brincadeira idiota.
  - Idiota - Diz Quiquilin dando um abraço apertado no irmão.
Chuvisco sai da cama, vai até o banheiro,sai de lá trocado e pergunta:
  - E então? Vam'bora?
  - Como assim Chuvisco? 'Cê sofreu um acidente. - Fala Bruna confusa com a atitude de Chuvisco.
  - Sim, sofri, mas já acordei, então vamos embora. - Chuvisco puxa Bruna e Quiquilin apressado e assobia chamando Vigia que vai todo feliz pelo amigo ter acordado.
  - Quiquilin, me explica o que esse maluco tá fazendo fugindo do hospital assim? - pergunta Bruna sem entender nada.
  - Ele tem medo de hospital. - Responde o palhaço rindo.
Bruna não resiste e dá um tapa na testa, que é remediado por um beijo de Chuvisco.
  - Boba. - Diz Chuvisco acelerando o passo e sorrindo.
  - Como é? Você tem medo de hospital e eu que sou a boba? - Fala Bruna fingindo indignação e se divertindo com a situação.
  - Isso mesmo pequena. - Afirma Chuvisco se divertindo mais que todos.
  - Beleza, mas você vai continuar seu tratamento lá em casa, afinal sofreu um acidente!
  - Nada mais justo, desde que você cuide de mim.
E já bem longe do hospital, Chuvisco puxa bruna para junto de si e a beija.

Fim da Parte 4