28 de fev de 2013

Diálogo com o coração

- Vai coração, fala pra ela!
- Não, ainda não, não é a hora...
- Mas como assim? Não tem certeza do que sente?
- Tenho, e como tenho certeza, e mal vejo a hora de dizer isso a ela, mas...
- Mas??
- Não é a hora!!
- E por que não é a hora?
- Por que não sei se ela sente o mesmo. Sei que ela gosta muito de nós, mas será que da mesma maneira que a gente???
- Então é por isso... Esse é seu medo...
- Sim, meu medo e minha vergonha...
- Vergonha???
- Sim, vergonha, afinal não disse isso a ela ainda.
- Então diga ora bolas!!
- Mas eu não sei se ela sente o mesmo caramba!!!
- Ah é... Tem isso...
- Pois é...
- É... Peraí!! Já sei coração!!!
- O que meu Deus do céu????
- Diga a ela!
-  Mas...
- Nem mas e nem meio mas, diga!
- E se ela não sentir o mesmo e me deixar por achar que não pode me dar ainda o que já estou pronto para dar a ela???
- Mas é aí que está!!
- Está o que homem???
- Diga também que ela não precisa dizer agora, que você espera ela ficar pronta para dizer!
- E se ela nunca disser?
- Deixe de ser negativo rapaz, tem um pouco de risco em tudo nessa vida, vai ter de correr esse se o que sente por ela é real.
- Tem razão! E já me decidi, eu vou dizer a ela, ou melhor, vamos! Mas não agora
- E voltamos a estaca zero...
- Espera! Você não entendeu, temos de dizer num certo momento. Pra ser uma coisa bonita.
- Aaahh entendi e adorei, combinado! E que momento será esse?
- Ah, isso deixa comigo, mas dou minha palavra de que não vou dar pra trás.
- Ok, eu confio, graças a ela confio em você, por que sabe que é até uma loucura confiar no coração nessas horas.
- Hahahaha, você confia em mim não só por causa dela, mas por que é louco também.
- Correção, somos!
- Sim, somos, loucos por ela...