7 de jan de 2013

Poesia Marítima

hum, que brisa sinto,
que sons de amor ouço,
que calmaria escuto,
que amor sinto,
ah! É o mar!

ah,
que felicidade espreita,
a qual rincão leva?
a qual amor ele uniu?
 ... mar, seu lindo... *.*

que majestoso lugar,
ali se encontra,
que lindos aurores
por ai passam,
que alegrias eu sinto!

Ah, que poesia sem dedicatória,
escrevo, num fio único de pensamentos,
uso a felicidade, amor, união,
para uma coisa divina,
lar de deuses gregos,

Ah, ''Poesia Marítima""