29 de ago de 2012

Chuvisco - Parte 1

  A porta do Camarim se abre, e um homem avisa:
  - Chuvisco, Quiquilin, vocês são os próximos, venham !
  - Ok, já vamos. - responde Quiquilin - Ai ai, como é boa essa vida de palhaço, o sorriso das crianças, viajar pelo país, uma moça em cada cidade...
  - É, você devia era sossegar, tu sabe que a Angélica gosta de ti, dê uma chance a ela.
  - Só você diz isso Chuvisco, e também, você é um romântico, vê amor onde não há, devia é aproveitar a vida como eu!
  - Não não meu irmão, tenho certeza de que Angélica te ama, e eu sei vou encontrar minha palhacinha um dia.
  -  Se você diz, vamos, vamos divertir as crianças e as belas moças daqui.
  Dito isso, Chuvisco e Quiquinlim saem do camarim e quando o locutor anuncia seus nomes, atravesam a cortina do picadeiro e são saudados com as palmas do público...
  - E aí criançadaaaaaaa!!!??? - Grita Chuvisco.
  - Como 'cês tão? - Pergunta Quiquinlim de jeito travesso
  A platéia grita e bate palmas entusiasmadas, e os dois palhaços escolhem duas crianças da platéia para participarem  apresentação.
  - Que horas são Quiquilin?
  - A mesma de ontem Chuvisco.
  - Não seu bobo, qual é a hora?
  - Uma e dezessete.
  - Uma e dezessete? Epa, é hora de pé de moleque. -  dito isso Chuvisco pega uma das crianças no colo e finge acertar a cara de Quiquilin com os pés dela.

  Em meio a alegria do espetáculo, Chuvisco nota uma garota na platéia, e acaba se esquecendo do show por um instante, Quiquilin vê que seu irmão se distanciou do nada, e resolve ajudá-lo a voltar pra apresentação, mas a sua maneira, ele chama os garotos e os 3 pegam tortas, se aproximam devagar ... e acertam Chuvisco em cheio na cara, levando a platéia ao delírio.
  Chuvisco cai na real, mas durante a apresentação ele não tira os olhos da menina. Sem conseguir resistir ao impulso, no fim da sua apresentação, ele vai até as arquibancadas e entrega uma rosa a ela, e vai embora pra detrás das cortinas.
  Ao fim do espetáculo total, Chuvisco vai até a saída esperar pela garota que tanto o encantou. Quando ela sai, Chuvisco a tenta surpreender saindo do nada com outra rosa na mão e dizendo:
  - Oi moça, tudo bem?
A garota não se surpreende em um pouco, mas ao ver o jovem palhaço, sorri, pega a rosa de sua mãe e diz:
  - Que linda, muito obrigada, mas eu ainda nem sei seu nome, só o de palhaço.
  - Por enquanto pode me chamar de Chuvisco, posso te acompanhar?
  - Claro, por que não?
Os dois andam lado a lado por um tempo, sem falar, a garota, que a propósito se chama Bruna, fica admirando as rosas, e então mais pra si mesma do que pra qualquer outra pessoa, fala:
  - Chegar em casa vou colocá-las em um vaso com água.
  - Faz bem, assim elas duram mais.
  - O que? - Indaga Bruna se sobressaltando de leve pergunta -  Hã? Disse algo?
Chuvisco, confuso, mas impressionado de certa forma responde e pergunta:
  - Nada, nada, como se chama?
  - Bruna oras. - Reponde a garota como se fosse a coisa mais óbvia do mundo - e você ainda não vai me dizer o seu vai?
  - Não, não, que sabe na próxima vez que for ao circo eu não conte?
  - Ah, assim não vale, sou muito curiosa, você está se aproveitando disso.
  - Hahaha. - ri-se chuvisco - E se estiver? Está dando certo?
  - Sim, está. Eu moro aqui, então, até a próxima?
  - Claro, vou aguardar ansiosamente.

Chuvisco volta ao circo, e vê Quiquilin o esperando na entrada, aguardando-o. Chuvisco, já preparado começa:
  - Já sei, já sei, você vai dizer: "Chuvisco, isso não vai dar certo, vivemos num circo, rodamos o mundo, ela não vai te esperar voltar, SE você voltar. Faça como eu mano." Nem vem com esse papo, tive um momento muito interessante com ela, e ela é uma garota incrível, não tá rolando nada, fica na tua !!!!
Quiquilin fingindo indignação "reclama":
  - Mas eu não ia dizer nada cara, juro. Acho bonito o que acabou de acontecer.
  - Sei, sei ... - retruca Chuvisco - E eu sou Charles Chaplin ...
  - Se você diz ... vai revê-lá?
  - O que acha?
  - Que perguntei de besta.
...

Fim da Primeira Parte.